O website do seu hotel permite reservas online via mobile?

Cada vez mais, os viajantes fazem as suas reservas online através de dispositivos eletrónicos móveis. Umas das razões para esta tendência é a busca pela informação instantânea e o desejo de estar sempre em contato com os outros, que podem ser indivíduos ou marcas.

É importante que a indústria hoteleira perceba como é feita a utilização destes dipositivos no que respeita às reservas online. Só assim tirará o melhor proveito desta tendência.

Dos indivíduos que usam o smarphone, 75% visita websites para efetuar as suas reservas:

  • 66% – Voos;
  • 58% – Aluguer de viaturas;
  • 59% – Alojamento;
  • 59% – Pacotes de viagem;
  • 61% – Atividades turísticas.

 

Já 54% diz usar aplicações para o mesmo fim:

  • 51% – Viagens de avião;
  • 40% – Viaturas;
  • 45% – Hospedagem;
  • 42% – Pacotes de férias;
  • 61% – Atividades de viagem.

 

Através do mesmo dispositivo, é de 53% a percentagem de indivíduos que reservam através de telefonemas:

  • 31% – Voos;
  • 42% – Aluguer de carros;
  • 36% – Quartos / casa;
  • 42% – Pacotes de viagem;
  • 42% – Atividades turísticas.

 

Para quem usa o tablet, os indivíduos dizem que 91% das suas reservas são feitas através de websites:

  • 78% – Passagens de avião;
  • 77% – Aluguer de viaturas;
  • 78% – Alojamento;
  • 76% – Cruzeiros;
  • 79% – Pacotes de viagem;
  • 82% – Atividades em viagem.

 

51% É a percentagem das reservas realizadas por aplicações no tablet:

  • 42% – Voos;
  • 39% – Viaturas;
  • 39% – Quarto / casa;
  • 39% – Viagem de cruzeiro;
  • 40% – Pacotes de viagem;
  • 37% – Atividades turísticas.

 

A percentagem de indivíduos que realiza as suas reservas online através de websites é consideravelmente maior do que as restantes em ambos os casos.

Os hoteleiros têm de desenvolver as suas páginas na internet, para assim proporcionarem uma melhor experiência online, tornando a marca mais próxima dos viajantes e aumentando o número de reservas.

Não podem descurar a tendência que o mobile tem para crescer. É necessário que adaptem esta presença online aos vários dispositivos móveis, para gerar um contato cada vez maior com os seus clientes. O desenvolvimento de aplicações, pode não significar um grande número de reservas, mas acautela algumas das necessidades de quem viaja.

Esta aproximação aos viajantes e o esforço para os satisfazer acrescentará valor às suas ofertas, tornando os hotéis mais dignos da confiança dos turistas.

Baixe o estudo completo aqui!

Fonte: www.google.com

"SUBSCRIBE TO THE BLOG"
Receive an update straight to your inbox every time I publish a new article. Your email address will never be shared
About The Author

Joana Alves

Joana Alves exerce funções de copywriter no HotelBuzz. Licenciou-se em Publicidade e Marketing, vertente Publicidade e gosta de ter ideias como passatempo. Quer fazer da escrita criativa a sua vida, independentemente do formato, daí ir trabalhando no seu blogue: “O Meu Primeiro Nome”. Colaborou no gabinete de comunicação da Associação das Universidades de Língua Portuguesa, produzindo e gerindo conteúdos e fez parte do projecto “Game On” no programa Erasmus, onde colaborou no desenvolvimento de um jogo digital educacional.